Estratégia de Negócios e o Novo normal

3 dicas de curto, médio e longo prazo

As tendências de consumo que sua empresa e seus aliados experimentam neste ano de “nova normalidade” oferecem oportunidades de ajustes para alcançar as metas para 2021.

Na América Latina ocorre o crescimento do e-commerce, a migração do consumo para as residências, a integração do novo carrinho de compras na região, bem como a priorização das Golden Stores, dentre algumas das tendências apontadas pelas pesquisas de mercado.

O curso da vacinação em massa e a capacidade de gerenciamento dos governos locais, diferentes condições como a economia, o desemprego e a queda na confiança do consumidor são os principais desafios para a tarefa dessa projeção.

A despeito dessas dificuldades, as projeções são importantes para a tomada de decisões críticas e são ferramentas para planejar o futuro.

Selecionamos 3 dicas de estratégias de curto, médio e longo prazo para o seu negócio dentre as tendências de consumo projetadas para 2021. São informações e insights relevantes para a tomada de decisão num contexto desafiador, mas que permitem entender como construir roteiros de menor risco neste “novo normal”.

  1. Saiba distinguir os consumidores
    Dois grupos de consumidores se diferenciam diante dos impactos econômicos do ano em curso. Dependendo da situação, as prioridades e comportamentos de compra são diferentes.
    Grupo 1 – Pesquisa opções de preço e economia;
    Grupo 2 – É menos sensível ao preço e mais aberto à compra de produtos que demonstram uma proposta de valor atraente.
    Portanto, tomar a decisão errada em um dos dois grupos pode colocar em risco a lucratividade da marca.

  2. Inovação na experiência de consumo
    A inovação mantém-se como fator-chave em 2021 se o seu espectro for expandido para atender às novas necessidades dos consumidores.
    Os consumidores buscam por experiências que satisfaçam o novo estilo de vida, onde a casa e o conceito Do It Yourself (DIY) gera uma demanda constante da indústria na criação de novas experiências e momentos de consumo ou uso.
    Está comprovado que a tecnologia mostrou sua eficácia para acelerar a recuperação do consumo, consumidor e o comércio estão mais preparados para adotá-la, pois facilita todo o processo de compra, desde a busca pelo produto, até a qualidade e rapidez na entrega.

  3. Eficiência e simplicidade
    A eficiência apresenta-se como pilar de qualquer estratégia em 2021: o ambiente exige dos negócios melhores resultados com menos complexidade.
    O consumidor e o trade descobriram em 2020 que podem ter os mesmos resultados ou melhores com menos complexidade no processo.
    No primeiro ano da pandemia verificamos a redução do número de artigos por ponto de venda, do número de ações promocionais e do número de novos produtos, entre outros fatores relevantes no processo de compra.
    Essas eficiências, para algumas categorias de produtos ou formatos de loja, foram refletidas até mesmo no crescimento das vendas ou melhorias nas margens.

    Apesar de a projeção do fator de redução não se manter em 2021 devido à reativação de algumas modalidades de consumo, certamente não voltará aos níveis de 2020, o que impõe uma revisão profunda do go to market nas categorias de maior complexidade.

Deixe um comentário

Fale com nossos especialistas

Telefone +55 11 5054 6950
Email: contato@it4solution.com.br
Alameda dos Maracatins nº426, cj 309 - 04089-000 - São Paulo - SP